Papel Pop diz que “Canções para ninar adultos” traz “contos de histórias atuais narradas de um jeito divertido, sarcástico e bem inteligente.”

Dia 6 de dezembro rolou resenha do livro “Canções para ninara adultos” no bombante site “Papel Pop”. Além dos elogios ao livro, o editor Phelipe Cruz decidiu publicar o conto “Sexo virtual, pop e desencontros” que cita a famosa festa  Post It, organizada pelo site.

Imagem

No final do texto o editor avisa ” É pra quem é legal! E gosta de ler! São contos de histórias atuais narradas de um jeito divertido, sarcástico e bem inteligente.”

Se interessou? Compre agora!

O conto começa assim:

Sexo virtual, pop e desencontros

Ela, pink, queria ir na “PostiT”. Ele, preto, queria acordar cedo para conhecer o Mosteiro de São Bento.

— Os cantos gregorianos – sentenciava Alex, dedo no óculos, achando-se o maior intelectual do mundo – são uma das poucas heranças boas da igreja para a humanidade.

— Mas eu gosto de dançar, gatinho. E o único padre que dança é o Marcelo. Missa me lembra velório, gente velha e final de domingo…

— Olha, Amanda, não sei por que as pessoas decidiram que Britney Spears e Beyoncé são cult. Todo indie agora é fã de Lady Gaga. Nos anos 90…

— Blá, blá, blá. Que papo de indie velho! Ninguém dança ouvindo Sonic Youth e Pavement.

— Escuta aqui, por que mulher acha tanta graça em dançar, hein?

— E por que homem só dança pra conseguir trepar?

— Era uma boa, né?

— O quê?

— A gente trepar, ué! Já faz uns dois dias…

— To meio machucadinha, Alex, te falei… Amanhã a gente faz, tá?

Ela vai dançar Mariah Carey. Ele entra fundo na pornografia. Fiquemos com ele: http://www.XVideos.com; velhos fetiches, closes ginecológicos entediantes. Será que tá rolando alguma coisa no Chatroulette? Só entrando pra descobrir quem está do outro lado da webcam:

Continue lendo no Papel Pop!

Advertisements